VENDE-SE DOMÍNIO MUSICASERTANEJA.COM

O lançamento dos Menotti


Tentei esperar o DVD ser lançado, mas vale a pena já comentar sobre o disco. Segundo as pré-vendas online, o DVD sai no próximo dia 9.

Dando continuidade a um projeto de boa repercussão, o “Memórias 80/90″, César Menotti e Fabiano gravaram o “Memórias II”, com canções regravadas de diversas épocas.

Pelo primeiro DVD dos Menotti, aquele gravado no “Café Cancun”, que trazia “Leilão” e cia, já era de se considerar que a dupla tem um tino apurado para escolher regravações. Não teve nenhum projeto de regravação deles que não tenha dado bons resultados.

O “Memórias II”, especificamente, é um dos melhores discos lançados até agora em 2017. Com arranjos sem muita invenção (o que é ótimo), comandados pelo produtor Gabriel Jacob, o repertório foge bem das canções extremamente batidas e oferece sucessos que nem todos os ouvintes mais novos de música sertaneja conhecem.

As nove participações convidadas ajudam a garantir o projeto.

Com Roberta Miranda, gravaram “Marcas”; com Rionegro e Solimões, uma das melhores faixas, “Proposta”. Ao lado de Luan Santana, a aposta arriscada de “Olhos de luar”, canção quase intocável de Chrystian e Ralf; e pra mim, a melhor faixa é “Pedras”, cantada ao lado de Zezé di Camargo e Luciano.

A parceria que mais deve repercutir é de Maiara e Maraísa, já que o resultado de “A última cerveja”, composição de César Menotti que nunca havia sido gravada “oficialmente”, é acima da média.

Vale prestar atenção em “Todas as manhãs”, mais sertaneja que nunca, e em “Aqueles olhos”, uma boa pedida pra quem gosta de analisar segunda voz.

Das faixas desconhecidas (não é inédita, mas pra maioria vai ser), a mais interessante é “Presença”. De origem do segmento gospel (ou cristão, como queiram), a canção é uma das boas surpresas do disco.

Em um momento no qual os artistas estão tentando entender qual o próximo rumo a tomar a música sertaneja, os irmãos foram na segurança de algo com o qual estão acostumados a trabalhar.

Mais uma vez, uma ideia de projeto antes paralelo vai se transformando em uma marca importante da carreira de um artista.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar