VENDE-SE DOMÍNIO MUSICASERTANEJA.COM

Cezar e Paulinho

Com quase 40 anos de carreira e 26 CDs lançados mais três DVDs, Cezar & Paulinho já entraram para a história da música sertaneja. Os irmãos, com certeza, são hoje um dos grandes nomes do segmento. Sebastião Cezar Franco e Paulo Roberto Franco, os filhos de Craveiro da dupla Craveiro e Cravinho, tem na música uma herança que passa de geração para geração já tendo sua continuidade em Ed e Fabio, filhos do Cezar que já seguem cantando. É por isso que podemos dizer que com Cezar & Paulinho a música sertaneja está na veia, afinal são três gerações cantando: a primeira delas com Craveiro e Cravinho, a segunda com Cezar e Paulinho e a terceira com Ed e Fábio.

Desde meninos, os irmãos ouviam modas sertanejas, acompanhando rodas de viola em casa. Entre os participantes dos encontros, estavam os professores Tião Carreiro e Pardinho, Belmonte e Amaraí, João Mineiro e Marciano e mais uma série de ícones do gênero caipira. Foi na Radio Difusora de Piracicaba, ainda crianças, que cantaram pela primeira vez com um tema de Léo Canhoto. Apadrinhados pela dupla João Mineiro & Marciano, Cezar & Paulinho gravaram o primeiro disco em 1974. “Venha Me Dar Suas Mãos” teve como destaque a música “O Calvário” e abriu as portas para que os irmãos assinassem com a extinta Chantecler, gravadora que lançou mais um disco antes do primeiro grande sucesso que veio em 1981, com “Noite Maravilhosa”, faixa título do terceiro álbum dos sertanejos. Ainda na década de 80, Cezar & Paulinho gravaram “Coração Marcado” (82), “A Explosão da Música Sertaneja” (84), “Asa Delta Voando Livre” (85), “Grand Prix do Amor” (86), “Viajante Solitário” (87) e “Cezar & Paulinho” (89), este último trazendo o sucesso “Você É Tudo Que Eu Pedi Pra Deus”.

Na década seguinte, a dupla registrou mais sete álbuns cada um emplacando grandes hits. Em 1990, a música título “O Meu Jeito de Amar” estourou em todo Brasil. Em 91, o destaque ficou por conta de “Morto de Saudade Sua” e “Duas Vezes Você”. A música “Da Água Pro Vinho” veio em 94, em 95, “Faz De Conta Que Sou Ele” e em 97, “Mais Você Do Que Eu”. “Você Marcou Pra Mim” (98) incluiu o sucesso “Pé de Bode” – aquela do refrão “puta que pariu pisa no freio Zé”. Dosando cada vez mais as músicas típicas sertanejas com temas do cotidiano, Cezar & Paulinho gravaram ainda “Nóis é Caubói” (2000), “Alma Sertaneja” (de 2001, um projeto especial somente com o resgate de clássicos rurais), “Cezar & Paulinho Ao Vivo” (2002), “Dois Amigos, Dois Irmãos (2003), “Ninguém Vive Sem Amor” (2004), “Amor Além da Vida” (2006) e Companheiro É Companheiro” (2007).

Em 2010, o CD de carreira lançado foi “Cezar e Paulinho Em Estúdio Ao Vivo”, apresentando “Vai Que Cola”, primeira faixa de trabalho que trouxe uma novidade. Com a música também foi lançado um clip em 3D com bonecos de Cezar e Paulinho, sinal de que mesmo com tanto tempo de carreira, a dupla não para de se renovar. Em “Cezar e Paulinho Em Estúdio Ao Vivo”, a mistura bem dosada de romantismo e músicas satíricas continua sendo a marca registrada dos irmãos.

Na sequência do CD “Vai Que Cola”, a dupla em 2011 lançou um projeto que é simplesmente um louvor à música sertaneja. “Alma Sertaneja”, CD duplo e DVD, traz os clássicos da moda de viola e convidados que representam o segmento como ninguém. São 25 “modões” escolhidos com extrema felicidade pelos sertanejos, um verdadeiro tributo à viola e a música de raiz.

Em 2013, a dupla trouxe o CD Duplo “Discografia – Ouro e Prata” contando com 25 canções da dupla em uma nova roupagem, uma verdadeira panorâmica sobre a sua carreira.

A dupla gravou em Janeiro de 2014 o CD e DVD “Alma Sertaneja II”, uma continuação do primeiro projeto, com participações pra lá de especiais e muita tecnologia. Um verdadeiro tributo à música sertaneja.

A dupla lançou recentemente o álbum “O Povo Fala” com canções inéditas. A primeira música de trabalho, “Fusca 66”, já era conhecida do público, pois foi lançada nas rádios bem antes do CD chegar às lojas. A música é mais uma brincadeira (tão presente ao longo da trajetória dos irmãos) e faz referência aos grandes hits do sertanejo universitário, contando a história de dois caipiras, donos de um veículo antigo, e suas dificuldades nos relacionamentos amorosos com as garotas, devido à concorrência com carros mais “vistosos” como o Camaro ou a Dodge Ram.

Em seguida, “Xiqueza Pura” caiu no ouvido da galera e faz o maior sucesso nos shows que Cezar e Paulinho fazem por todo o Brasil.

Pra quem prefere o lado romântico da dupla, a nova música de trabalho, “Olha Eu Ai”, fala sobre estar sempre presente, mesmo que as vezes distante. Com grande repercussão nas rádios, a música promete ser a queridinha dos fãs apaixonados.

Com tudo isso, parte da história da música sertaneja passa por esta família de cantadores e encantados pela viola caipira. Cezar e Paulinho representam as tradições caipiras como poucos na historia da música brasileira e por isso já entraram para a história da canção caipira.

http://www.cezarepaulinho.com.br

Comentários   

0 #1 joãoluizdasilva 13-01-2011 10:39
sofãdevc
Citar | Reportar ao administrador

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar